Outubro Rosa: faça parte desta causa você também!

6 out

Outubro Rosa: faça parte desta causa você também!

Segundo o INCA, o câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo inteiro. No Brasil, corresponde por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. Os homens também podem desenvolver o câncer mamário, mesmo sendo raro e representando apenas 1% do total de casos da doença. Um estudo divulgado pela Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer (IARC), da Organização Mundial da Saúde (OMS), deixou o mundo em alerta sobre o aumento de casos de câncer no planeta. De acordo com a entidade, o diagnóstico da doença deve aumentar 50% até 2030, atingindo 22 milhões de pessoas, aproximadamente.

Sabemos quais são os riscos para contrair o câncer. O paciente precisa melhorar os hábitos e ter uma vida com mais qualidade, além claro, de realizar exames de rotina, que são os mesmos usados no diagnóstico para outras doenças: laboratoriais, endoscópicos, por imagem, com destaque para o exame de PEC-CT e medicina nuclear –  Patrícia Schorn, médica e chefe do Serviço de Oncologia do Hospital Santa Lúcia.

O autocuidado com o corpo através do exame de toque é essencial para a prevenção e descoberta precoce da doença. Esse é um procedimento bastante conhecido pelas mulheres e muito eficiente para diagnosticar um possível câncer de mama, pois quando descoberto no início do seu desenvolvimento, maiores são as chances de cura.

Relembre abaixo alguns tipos de sintomas comuns no surgimento do câncer mamário e fique atenta:

  • Aparecimento de nódulo (caroço) no seio ou axila. Os nódulos podem apresentar dor ou não, ser duros e irregulares ou macios e redondos.
  • Dor ou inversão do mamilo (o bico se volta para dentro da mama).
  • Presença de secreção pelo mamilo com ou sem sangue.
  • Inchaço irregular em parte da mama, podendo ficar quente e avermelhada.
  • Irritação, retração na pele ou aparecimento de rugosidade semelhante à casca de laranja.
  • Vermelhidão ou descamação do mamilo ou da pele mamária.
  • Em casos mais adiantados da doença, pode aparecer uma ulceração na pele com odor desagradável.

Deve-se ficar alerta a todos esses sinais ou outros que você ache anormal no seu corpo. Mas lembre-se: o autoexame não substitui o exame regular realizado pelo médico e nem a mamografia para mulheres acima dos 40 anos.

Neste mês do Outubro Rosa, diversas instituições e órgãos oferecem mutirões gratuitos de exames e mamografias. Aproveite a época e procure o local mais próximo de você.

A prevenção é a melhor forma de lutar contra a doença!

Faça o autoexame.

Fonte: INCA e Femama

 

As opiniões aqui expressas são as do autor e não refletem necessariamente as da Dental Sorria. A empresa não assume qualquer responsabilidade por erros nas informações aqui contidas, nem por qualquer dano que possa decorrer do uso delas ou da confiança nelas.